terça-feira, 5 de julho de 2016

Um pouco sobre o Mosaico.


Olá queridas(os), tudo bem?!

No post de hoje um pouco sobre mosaico, abaixo fotos de peças em mosaico (aceito encomendas) e depois um pouquinho da história do Mosaico.
















Igrejas, casas, prédios antigos e novos, nas calçadas e nos muros, todos esses locais se renderam à bela arte do mosaico. Uma arte feita com pequenas peças coloridas, que podem ser pedras de granito, pedaços de vidro, pedras semipreciosas e pode ser aplicada em qualquer superfície. 

Uma arte que exige paciência e delicadeza do artista. A história dessa técnica tem origem há muito tempo, por volta de sete mil anos atrás. Na história, o mosaico era muito popular em Roma principalmente em Pompeia.

A palavra mosaico deriva da palavra mosaicon, que significa “musa”. O mais antigo mosaico que se tem conhecimento foi encontrado na região que hoje é o Iraque. Esse mosaico foi feito com argila moldada em forma de estaca que eram prensadas na parede. Além das paredes os mosaicos foram encontrados em pavimentos de calçadas. 

Existem registros de calçadas pavimentadas com o mosaico na Macedônia, que datam de VI a.c. Nessas calçadas, seixos (um tipo de pedra) pretos e brancos, foram utilizados. No fim do século V a.c pedras coloridas começaram a ser utilizadas para a produção de mosaicos. 

No século I a.c o corte de pedras começou a ser possível e serviu para o aperfeiçoamento das técnicas do mosaico, com as pedras cortadas em cubos os detalhes nas artes ficaram mais detalhados. 

Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO 



Beijinhos e muito obrigada pelo carinho!




terça-feira, 5 de abril de 2016

Compostagem doméstica!

Olá queridas (os), estou sumidinha! rsrsrs
Mas tudo bem por aqui, e com vocês ?

Hoje o texto será dedicado a Compostagem Doméstica  ou compostagem caseira.
Neste processo transformamos os resíduos orgânicos em adubo de qualidade para hortas ou para qualquer outro tipo de cultivo. 
O  processo doméstico de compostagem é uma alternativa viável para o reaproveitamento de resíduos em pequena escala. Como o próprio nome diz, o sistema pode ser realizado nos quintais de casa - com a técnica adequada, estima-se que uma família pode reduzir em mais de 70% o resíduo gerado em seu dia a dia.  (FONTE INTERNET).
Imagine o que você poderia reaproveitar com isso: restos de alimentos como cascas de frutas, verduras, cascas e talos, alimentos cozidos ou assados, desde que em pequenas quantidades, borra de café, podas de grama e folhas, serragem não tratada, folhas secas…
Aqui em casa, não utilizamos restos de carnes e peixes; gorduras e laticínios; restos de comidas temperadas e produtos químicos em geral. No site Mundo Horta tem uma lista completa, caso vocês tenham mais dúvidas em relação ao que reaproveitar ou não.
Vou detalhar como é a nossa, você pode fazer igual ou construir uma melhor. Montamos um retângulo com paredes em alvenaria (mede 1 x 1,5, por 45 cm de altura), sem fundo, para manter o contato com a terra natural. Fizemos uma tampa que é meia chapa dessas de madeira plástica, com uma moldura de madeira comum para dar estrutura e base para um puxador, que possibilita a abertura da composteira. Mantenha aberta de tempos em tempos, se ela estiver muito úmida. Mas,fique de olho em pequenos animais. A nossa, se descuidarmos, recebe visitas de teiús (lagartos) e passarinhos.
Abaixo algumas fotos do momento em que retirei a terra para utilização própria.




Ao lado, foto de um presente da composteira (risos), pois ao utilizar a terra em canteiros, brotaram frutas diversas, como maracujá, laranja e mamão. (foto).

Artes & Artes

Olá queridas (os) ! Tudo bem com vocês? Por aqui tudo ótimo, muito obrigada pelo carinho que venho recebendo, através da Fan-page, no Ins...